Nazifascismo - 30 Exercícios com gabarito

01. (ENEM) A primeira metade do século XX foi marcada por conflitos e processos que a inscreveram como um dos mais violentos períodos da história humana. 
Entre os principais fatores que estiveram na origem dos conflitos ocorridos durante a primeira metade do século XX estão 

a) a crise do colonialismo, a ascensão do nacionalismo e do totalitarismo. 
b) o enfraquecimento do império britânico, a Grande Depressão e a corrida nuclear. 
c) o declínio britânico, o fracasso da Liga das Nações e a Revolução Cubana. 
d) a corrida armamentista, o terceiro-mundismo e o expansionismo soviético. 
e) a Revolução Bolchevique, o imperialismo e a unificação da Alemanha. 

02. (UFU) Sobre as características da propaganda nazista, assinale a alternativa correta. 

a) A ascensão de Hitler se deu pela natureza científica de suas afirmações, sendo a propaganda e o terror utilizados apenas quando se tratava da oposição política. 
b) A propaganda utiliza fundamentos dissociados da cultura e das disposições sociais da população, por esta razão usa de insinuações indiretas, veladas. 
c) O terror e a propaganda tiveram semelhante grau de importância no estabelecimento da ideologia nazista, ao mostrar à população os benefícios de quem a ela aderisse e o horror destinado aos inimigos. 
d) A ameaça, a efetiva violência, o uso político da ciência e a propaganda alinhada aos princípios culturais de um povo nunca foram usados como estratégia de doutrinação das massas. 

03.  (UEL) O fascismo brasileiro, criado em 1932, foi um movimento social de extrema direita. Assinale a alternativa que indica a denominação que lhe foi dada no Brasil: 

a) Nazismo. 
b) Integralismo. 
c) Populismo. 
d) Autoritarismo. 
e) Totalitarismo.

04.  (Unitau) O Nazismo e o Fascismo surgiram: 

a) do desenvolvimento de partidos nacionalistas, com pregações em favor de um Executivo forte, totalitário, com o objetivo de solucionar crises generalizadas diante da desorganização, após a Primeira Guerra Mundial. 
b) da esperança de conseguir estabilidade na união das "doutrinas liberais" de tendências individualistas. 
c) com a instituição do parlamentarismo da Itália e na Alemanha, agregando partidos populares. 
d) com o enfraquecimento da alta burguesia e o apoio do governo às camadas lideradas pelos sindicatos e socialistas. 
e) do coletivismo pregado pelos marxistas

05.  (Fuvest) Em seu famoso painel "Guernica", Picasso registrou a trágica destruição dessa cidade basca por:

a) ataque de tropas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. 
b) republicanos espanhóis apoiados pela União Soviética durante a Guerra Civil. 
c) forças do exército francês durante a Primeira Guerra Mundial. 
d) tropas do governo espanhol para sufocar a revolta dos separatistas bascos. 
e) bombardeio da aviação alemã em apoio ao General Franco contra os republicanos.

06.  (Fuvest) "Mas, um socialismo, liberado do elemento democrático e cosmopolita, cai como uma luva para o nacionalismo". 
Esta frase de Charles Maurras, dirigente da "Action Française", permite aproximar o seu pensamento da ideologia: 

a) fascista. 
b) liberal. 
c) socialista. 
d) comunista. 
e) democrática.

07. (Cesgranrio) Em relação ao período compreendido entre as duas guerras mundiais (de 1919 a 39), caracterizado pela crise do Estado e da sociedade liberal, assinale a afirmativa correta: 

a) O nazismo consolidou uma política interna de miscigenação racial e social visando a preparar a Alemanha para a expansão territorial. 
b) O fascismo encontrou dificuldades sucessivas para implantar o corporativismo, pois sofreu uma violenta oposição dos setores conservadores da burguesia e da classe média italiana. 
c) A ausência de uma política de auto-suficiência obrigou os regimes nazifascistas a compensar suas deficiências econômicas com o expansionismo militar.
d) A expansão da doutrina comunista na Europa, com a consolidação da Revolução Russa, favoreceu a Aliança com os comunistas italianos e alemães, cujo apoio propiciou a ascensão nazifascista. 
e) Nazismo e fascismo são doutrinas baseadas no nacionalismo e no totalitarismo, cuja política intervencionista buscava a estabilidade do Estado.

08.  (Faap) "Na guerra eterna a humanidade se torna grande - na paz eterna, a humanidade se arruinaria." Este discurso, pelas idéias que defende, só pode ter sido proferido por: 

a) o atual Rei da Espanha 
b) Hitler 
c) O Primeiro Ministro atual de Portugal 
d) Getúlio Vargas 
e) Malthus

09.  (Fgv) Entre as duas Grandes Guerras Mundiais (1918- 1939) ocorreram alguns eventos históricos relevantes merecendo destaques a 

a) ascensão da República de Weimar, a eclosão da Guerra da Coréia e a proclamação da República no Egito. 
b) quebra da Bolsa de Nova York, a proclamação da República Popular da China e a criação do Estado de Israel. 
c) deflagração da guerra entre Grécia e Turquia, a eleição de presidentes socialistas na França e em Portugal e a constituição do Pacto de Varsóvia. 
d) ascensão do Nazismo alemão, o início da Nova Política Econômica na Rússia e a deflagração da Guerra Civil na Espanha. 
e) ascensão do Fascismo italiano, a criação do Mercado Comum Europeu e a invasão do Afeganistão pela União Soviética.

10.  (Fgv) Considere os seguintes itens: 

I. nacionalismo e unitarismo; 
II. controle estatal da imprensa, educação, teatro, cinema, rádio e muitos setores da produção e do comércio; 
III. economia dirigida, visando às indústrias de guerra e fim do desemprego; 
IV. militarismo e "espaço vital". 

I, II, III, IV identificam características do Estado: 

a) nazista. 
b) liberal. 
c) absolutista. 
d) democrático. 
e) constitucional.

11. (Unesp) "Guernica", a obra-prima de Pablo Picasso, é uma representação das atrocidades fascistas cometidas na 
a) Primeira Grande Guerra. 
b) Guerra Civil Espanhola. 
c) Revolta dos Boxers. 
d) Guerra Franco-Prussiana. 
e) Batalha de Estalingrado.

12. (Unesp) "A ascensão da direita radical após a Primeira Guerra Mundial foi sem dúvida uma resposta ao perigo, na verdade à realidade, da revolução social e do poder operário em geral, e à Revolução de Outubro e ao leninismo em particular." 
(Eric Hobsbawm - ERA DOS EXTREMOS).

Identifique a "direita radical" que ascendia no período Entre-guerras, opondo-se à expansão dos movimentos revolucionários: 

a) Bolchevista. 
b) Liberal. 
c) Menchevista. 
d) Nazi-fascista. 
e) Anarco-sindicalista.

13. (Fuvest) Quais dos fatores a seguir contribuíram para a ascensão do fascismo na Itália, durante a década de 1920? 

a) antinacionalismo e ascensão do proletariado 
b) crescimento econômico e fortalecimento do poder real 
c) ascensão do campesinato e expansão colonial 
d) nacionalismo e crise econômica 
e) fortalecimento do liberalismo e aliança ítalo-russa.

14. (Uel) Ao tipo de Estado criado por Mussolini, cuja organização estava fundamentada no sistema de sindicatos patronais e de trabalhadores, deu-se o nome de 

a) democrático. 
b) republicano. 
c) oligárquico. 
d) parlamentar. 
e) corporativo.

15. (Fuvest) A ascensão de Hitler ao poder, no início dos anos trinta, ocorreu 

a) pelas mãos do exército alemão que quis desforrar-se das humilhações impostas pelo Tratado de Versalhes. 
b) através de uma ação golpista cuja ponta de lança foram as forças paramilitares do partido nazista. 
c) em conseqüência de uma aliança entre os nazistas e os comunistas. 
d) a partir de sua convocação pelo presidente Hindenburg, para chefiar uma coalizão governamental. 
e) através de uma mobilização semelhante à que ocorreu na Itália, com a marcha de Mussolini sobre Roma.

16. (Cesgranrio) Ao compararmos os vários movimentos fascistas surgidos no período entre as grandes guerras, podemos perceber uma certa unidade de pensamento. Assinale a opção que NÃO corresponde a uma característica comum a esses movimentos. 
a) racismo anti-semita. 
b) estado ditatorial. 
c) caráter beligerante. 
d) fanatismo político. 
e) anti-bolchevismo.

17. (Mackenzie) Os princípios da doutrina fascista, podem ser resumidos nos seguintes aspectos: 

a) primazia do cidadão sobre o Estado, mobilização de grandes massas urbanas contra ameaças às liberdades públicas. 
b) nacionalismo, racismo, militarismo, hierarquização da sociedade, corporativismo e totalitarismo. 
c) internacionalismo, anticapitalismo, cooperativismo, antimilitarismo, igualitarismo, pluripartidarismo e antisemitismo. 
d) fortalecimento do Estado, democracia parlamentar, incremento das organizações operárias e liberalismo econômico. 
e) racismo, nacionalismo, federalismo, cooperativismo, militarismo, sindicalismo, livre cambismo, anticlericalismo e desestatismo.

18.  (Mackenzie) A Doutrina Monroe e a política do "Big Stick" tinham por objetivo: 

a) montar uma infra-estrutura econômica nos países latinoamericanos, assegurando o desenvolvimento industrial e autodeterminação dos povos. 
b) implementar o papel dos E.U.A. como nação guardiã da América, com o direito de intervir no continente americano através do disfarce "missão civilizadora". 
c) criar a Liga das Nações para mediar conflitos e evitar futuros choques entre os países da América, assegurando à O.E.A. o direito de intervir militarmente. 
d) barrar a penetração das idéias comunistas na América, reforçando a ligação dessas regiões com o capitalismo através da Aliança para o Progresso. 
e) consolidar a "Doutrina de Segurança Nacional" e apoiar militares nos governos dos países latino-americanos nas décadas de 1960 e 70.

19.  (Mackenzie) As Brigadas Internacionais, formadas por voluntários de vários países, inclusive do Brasil, lutando ao lado dos republicanos juntamente com anarcosindicalistas e liberais de esquerda contra o clero e oficiais fascistas apoiados pela Itália e Alemanha, confrontaram-se: 

a) na Guerra Civil Russa. 
b) na Revolução Cubana. 
c) na Guerra Franco-Prussiana. 
d) na Guerra Civil Espanhola. 
e) na Revolução dos Cravos, em Portugal.

20. (Cesgranrio) Entre Mussolini e Hitler, há em seus programas, pontos em comum, como a: 

a) mobilização contínua das massas através de apelos nacionalistas e a manutenção de uma política de apoio aos socialistas. 
b) idéia de centralização administrativa e o fortalecimento dos mercados de troca, principalmente ingleses. 
c) organização militar da juventude e a não-intervenção do Estado na vida econômica e política. 
d) necessidade de fortalecimento do Estado e a adoção do corporativismo como base da reestruturação das relações sociais. 
e) produção de um ideal bélico que acentuasse o gênio militar dos fascistas e a incorporação das minorias étnicas ao Estado com plena liberdade.

21.  (Pucmg) O cinema passa-nos, muitas vezes, uma imagem romântica do Período Entre Guerras. Essa imagem da realidade que antecedeu a Segunda Guerra se desfaz, quando se sabe que, EXCETO: 

a) os Estados Nacionais montam sua poderosa engenharia belicista. 
b) os extremismos nacionalistas promovem verdadeiras cruzadas racistas. 
c) o regime stalinista põe em marcha sua violenta política expansionista. 
d) a economia capitalista sofre uma forte queda na crise de 1929. 
e) a tendência liberal dos governos é ameaçada pela tendência autoritária.

22.  (Cesgranrio) No conjunto das ideologias e práticas empreendidas pelos regimes nazifascistas, consolidados no período do Entre-Guerras (1919 -1939), identificamos características próprias do modelo fascista implantado na Itália. Dentre essas características destacamos o corporativismo, que pregava a: 

a) perseguição racista às minorias étnicas, religiosas e o antisemitismo. 
b) implantação imediata de um sistema econômico comunista. 
c) limitação do autoritarismo político dos líderes fascistas. 
d) integração das organizações sindicais com o governo do Estado fascista. 
e) restrição da ação militar italiana aos territórios do norte da África.

23.  (Ufrs) O Período Entre-Guerras, como é conhecido o intervalo entre os dois conflitos mundiais, caracterizou-se pela chamada 

a) crise das democracias liberais, quando muitos países se encaminharam para regimes políticos de extrema-direita. 
b) era das insurreições, devido à insatisfação das massas trabalhadoras, que criaram estados socialistas nos Bálcãs. 
c) expansão colonial, marcada pela soberania européia em toda a África e América. 
d) democratização dos Estados, conseqüência das reformas eleitorais que consolidaram o sufrágio universal. 
e) paz de compromisso, com o estabelecimento de vários tratados para sustentar a democracia liberal.

24.  (Fuvest) O regime franquista espanhol (1939 - 1975) pode ser caracterizado como 

a) uma ditadura de tipo misto, que se baseou tanto no poder do general Franco, quanto na figura carismática do rei. 
b) uma ditadura fascista, semelhante à de Mussolini, procurando converter a região do Mediterrâneo em área sob sua influência. 
c) uma ditadura pessoal, baseada exclusivamente na figura do general Franco, que recusou a formação de instituições coletivas. 
d) uma ditadura fascista, idêntica à de Mussolini e de Hitler, a ponto de o general Franco enviar tropas para combater a União Soviética. 
e) uma ditadura fascista, que evitou amplas mobilizações de massa, com forte influência católica.

25.  (Uel) 
I. "Quem tem aço tem pão!" 
II. "Nada jamais foi ganho na história sem derramamento de sangue!" 
III. "É melhor um dia de leão do que cem anos de carneiro!" 
IV. "Um minuto no campo de batalha vale por uma vida inteira de paz!" 

Os itens, I, II, III e IV referem-se a "slogans" da doutrina 
a) socialista. 
b) comunista. 
c) nazi-fascista. 
d) neo-capitalista. 
e) social-democrática.

26.  (Puccamp) No pós-guerra, a situação de miséria e a crise de 1929 provocaram o descrédito da população no capitalismo liberal e, simultaneamente, criaram condições favoráveis para a expansão das idéias socialistas. Com isso, na Itália e na Alemanha, 

a) as burguesias industrial e financeira apoiaram os regimes nazi-fascistas, temerosas com o avanço das idéias socialistas. 
b) surgiram os movimentos operários de caráter reformista, conduzidos habilmente pela maioria socialista aliada ao Estado. 
c) os partidos políticos mais expressivos associaram-se com o intuito de restaurar a credibilidade do Estado. 
d) houve um amplo pacto social com o objetivo de estabilizar a vida econômica e política desses países. 
e) houve o agravamento das tensões sociais, e a ditadura foi a opção de consenso para que se restabelecessem a ordem e a justiça.

27.  (Pucmg) A crise econômica e a instabilidade políticosocial que dominaram o cenário alemão durante a República de Weimar (1919 - 33) apresentaram como desdobramento: 

a) a afirmação dos princípios morais tradicionais e a frugalidade dos costumes, impedindo a adoção de um estilo de vida desregrado e hedonista. 
b) a ascensão dos segmentos intermediários da sociedade, beneficiados com o surto especulativo e a inflação galopante. 
c) a elevação dos investimentos internos, reduzindo o nível de desemprego, notadamente no início da década de trinta. 
d) a consolidação do partido social-democrata no poder, favorecido pelo caos da economia e pelos termos impostos pelo Tratado de Versalhes. 
e) a fragilização das instituições democráticas, abrindo caminho para a difusão de ideologistas radicais de cunho totalitário.

28.  (Ufes) Embora vitoriosa na Grande Guerra, a Itália se vê envolvida numa séria crise socioeconômica, a partir de 1919. Não obtendo da França toda a ITÁLIA IRREDENTA, conforme compromisso, sente-se traída, enquanto a desmobilização do seu exército provoca o desemprego. Nesse panorama conturbado, surge o Fascismo, fundado por Benito Mussolini. Dificilmente o Fascismo teria chegado ao poder, em outubro de 1922, sem o apoio dos representantes do GRANDE CAPITAL. Esse apoio pode ser explicado, principalmente, pelo(a) 

a) medo de que se repetisse na Itália a Revolução Russa de 1917. 
b) aliciamento dos representantes do grande capital por parte do rei, que sonhava com uma Itália estável. 
c) interferência do Papa, que viu em Mussolini o homem da Providência. 
d) receio de que o incidente de Fiume, provocado por D'Annunzzio, conduzisse a Itália a um confronto com a Iugoslávia. 
e) temor de que se concretizasse a aliança entre católicos e socialistas, pretendida por Mateotti

29.  (Ufv) Nós queremos cantar o amor ao perigo, o hábito da energia e da temeridade [...]. Não existe beleza, a não ser na luta. Nenhuma obra que não tenha caráter agressivo pode ser considerada uma obra-prima [...]. Nós queremos glorificar a guerra, única higiene do mundo - o militarismo, o patriotismo, o gesto destruidor dos libertários, as belas idéias pelas quais morrer e o desprezo da mulher. Nós queremos destruir os museus, as bibliotecas, as academias de todo tipo e combater o moralismo, o feminismo e cada ação vil, oportunista ou utilitária. [...] Essa espécie de manifesto, publicado na Itália em 1914, fazia a exaltação da seguinte ideologia: 

a) Anarquismo. 
b) Socialismo. 
c) Fascismo. 
d) Contraculturalismo. 
e) Comunismo.

30.  (Ufpi) A respeito da situação da mulher frente ao Nazismo, podemos afirmar corretamente, EXCETO: 

a) As ativistas femininas do nazismo entendiam que a razão do Estado e da raça estava acima dos seus interesses pessoais. 
b) Para o nazismo, a "libertação da mulher" decorria de uma degenerescência de influência judaica. 
c) A política nacional-socialista para com as mulheres não era mais do que um "culto da maternidade". 
d) O regime nacional-socialista instalava creches e melhorava certas leis para proteção das mães com a intenção de que as mulheres pudessem combinar trabalho e maternidade. 
e) Metade das vítimas do racismo nacional-socialista era formada por mulheres.

(+) Exercícios sobre o Nazifascismo
___________________________________________________

  GABARITO  

01 - A/ 02 - C /03 - B / 04 - A /05 - E /06 - A /07 - E /08 - B / 09 - D /10 - A /11 - B /12 - D /13 - D /14 - E /15 - D /16 - A /17 - B /18 - B /19 - D /20 - D / 21 - C / 22 - D / 23 - A / 24 - E / 25 - C /26 - A
27 - E / 28 - A / 29 - C / 30 - C

Um comentário: