Mesopotâmia - 14 Exercícios com gabarito

01. (UFSM-RS) A região da Mesopotâmia ocupa lugar central na história da humanidade. Na Antiguidade, foi berço da civilização sumeriana devido ao fato de:

a) ser ponto de confluência de rotas comerciais de povos de diversas culturas.
b) ter um subsolo rico em minérios, possibilitando o salto tecnológico da idade da pedra para a idade dos metais.
c) apresentar um relevo peculiar e favorável ao isolamento necessário para o crescimento socioeconômico.
d) possuir uma área agricultável extensa, favorecida pelos rios Tigre e Eufrates.
e) abrigar um sistema hidrográfico ideal para a locomoção de pessoas e apropriado para desenvolvimento comercial.

02. (FUVEST) Sobre o surgimento da agricultura e seu uso intensivo pelo homem pode-se afirmar que:

a) foi posterior, no tempo, ao aparecimento do Estado e da escrita. 
b) ocorreu no Oriente próximo (Egito e Mesopotâmia) e daí se difundiu para a Ásia (Índia e China), Europa e, à partir desta para a América. 
c) como tantas outras invenções teve origem na China, donde se difundiu até atingir a Europa e, por último, a América. 
d) ocorreu, em tempos diferentes, no Oriente Próximo (Egito e Mesopotâmia), na Ásia (Índia e China) e na América (México e Peru). 
e) de todas as invenções fundamentais, como a criação de animais, a metalurgia e o comércio, foi a que menos contribuiu para o ulterior progresso material do homem.

03. (PUC) Os sumérios são necessariamente lembrados quando se estuda:

a) a evolução econômica da civilização fenícia;
b) a base religiosa das civilizações iranianas;
c) o caráter religioso da astronomia caldaica;
d) a base cultural da civilização mesopotâmica.

04. (FUVEST) A escrita cuneiforme dos mesopotâmios, utilizada principalmente em seus documentos religiosos e civis, era:

a) semelhante em seu desenho à escrita dos egípcios;
b) composta exclusivamente de sinais lineares e traços verticais;
c) uma representação figurada evocando a coisa ou o ser;
d) baseada em agrupamentos de letras formando sílabas;
e) uma tentativa de representar os fonemas por meio de sinais.

05. (UPE) As sociedades da Antiguidade Oriental tiveram práticas sociais com influências marcantes das religiões e inventaram outras formas de conhecer o mundo. Na Mesopotâmia, ocorreu/ocorreram:

a) o predomínio de castas sacerdotais poderosas, mas que criticavam o poder existente e combatiam as superstições;
b) expressões artísticas pouco originais, direcionadas só para admiração dos deuses e das forças da natureza;
c) o uso da escrita cuneiforme, a descoberta do uso da raiz quadrada e a crença na ação de espíritos malignos causadores de doenças;
d) a crença em deuses antropomórficos, oniscientes e eternos que não eram adorados em templos;
e) uma arte direcionada para consagração dos feitos militares e não preocupada com a construção de uma arquitetura grandiosa.

06. A Mesopotâmia, estreita faixa de terras, foi assim denominada pelos gregos por estar entre os rios:

a) Assur e Lagash;
b) Tigre e Eufrates;
c) Nilo e Eridu;
d) Jordão e Kish;
e) Tibre e Akkad.

07. (UFCE) Leia com atenção as afirmativas a seguir sobre as condições sociais, políticas e econômicas da Mesopotâmia.

I – As condições ecológicas explicam por que a agricultura de irrigação era praticada através de uma organização individualista.
II – Na economia da Baixa Mesopotâmia, a fome e as crises de subsistência eram frequentes, causadas pela irregularidade das cheias e também das guerras.
III – Na Suméria, os templos e zigurates foram construídos graças à riqueza que os sacerdotes administravam à custa do trabalho de grande parte da população.
IV – A presença dos rios Tigre e Eufrates possibilitou o desenvolvimento da agricultura e da pecuária e também a formação do primeiro reino unificado da história.

Sobre as alternativas anteriores, é correto afirmar:

a) I e II são verdadeiras.
b) II e IV são verdadeiras.
c) I e IV são verdadeiras.
d) I e III são verdadeiras.
e) II e III são verdadeiras.

08. (UNESP) Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando características comuns e peculiaridades culturais. Os Egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque:

a) Opunham-se ao politeísmo dominante na época.
b) Os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.
c) Depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.
d) Construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.
e) Os camponeses constituíam categoria social inferior.

09. (UECE) O Crescente Fértil, expressão que identifica uma área da civilização antiga, refere-se às seguintes civilizações:

a) China, Índia e Japão
b) Grécia, Roma e Egito
c) Irã, Palestina e Mesopotâmia
d) Fenícia, Cartago e Roma

10. (UECE) "- Se um arquiteto constrói uma casa para alguém, porém não a faz sólida, resultando daí que a casa venha a ruir e matar o proprietário, este arquiteto é passível de morte. - Se, ao desmoronar, ela mata o filho do proprietário, matar-se-á o filho deste arquiteto." O preceito legal anterior pertence ao seguinte Código:

a) Corpus Juris Civilis.
b) Código de Hamurabi.
c) Código de Direito Canônico.
d) Código Napoleônico.

11. (UFRN) As sociedades que, na Antiguidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates tinham em comum o fato de:

a) terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de grandes civilizações hidráulicas.
b) serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e controlavam a produção de cereais.
c) haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.
d) possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que viabilizaram a formação de grandes impérios milenares.

12.  (EFCA-MG) A mais antiga coleção de normas penais econômicas e civis passou à História da Mesopotâmia com o nome de

a) Código de Hamurábi.
b) Alcorão.
c) Código de Drákon.
d) Lei das Doze Tábuas.
e) Código de Justiniano.

13. (OSEC-SP) Se um homem negligenciar a fortificação de seu dique, se ocorrer uma brecha e o cantão inundar-se, o homem será condenado a restituir o trigo destruído por sua culpa. Se não puder restituí-lo, será vendido, assim como os seus bens, e as pessoas do cantão de onde a água levou o trigo repartirão entre si o produto da venda. Essa texto faz referência
a) à doutrina de Zoroastro e a seu livro Zend-Avesta.
b) à Lei de Talião e ao Código de Hamurábi.
c) ao Livro dos Mortos.
d) à Sátira das Profissões.
e) ao Hino ao Sol, de Amenófis IV.

14. (FCL-SP) Examine as proposições e responda de acordo com o código.

I. A região que compreendia a Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates e atualmente parte do Iraque, foi habitada entre 3200 e 2000 a.C. por diferentes povos semitas, entre os quais se incluíam os sumérios.

II. A cidade de Babel, capital do império de Hamurábi, desenvolveu-se e abrigou parte da civilização babilônica antes do nascimento de Cristo.

III. Outro importante rei babilônico, em cujo império foram construídas grandes obras arquitetônicas, foi Nabucodonosor, que também viveu antes do nascimento de Cristo.

a) Todas as proposições são verdadeiras.
b) Apenas as proposições I e II são verdadeiras.
c) Apenas as proposições I e III são verdadeiras.
d) Apenas as proposições II e III são verdadeiras.
e) Todas as proposições são falsas.

 GABARITO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário