Ortografia - 30 Exercícios com gabarito

01. (FGV) - A palavra êxito recebe acento por se tratar de proparoxítona. Nas alternativas a seguir, em que todas as palavras estão propositalmente grafadas sem acento, uma naturalmente não receberia acento por não se tratar de proparoxítona. Assinale-a: 

a) interim; 
b) rubrica; 
c) recondito; 
d) arquétipo; 
e) lúgubre.

02. (FEPESE) - Dadas as frases: 

1. As reinvindicações apresentadas dizem respeito às modificações do projeto. 
2. Senhoras e senhores! É um privilégio poder cumprimentá-los nesta data festiva. 
3. Os produtos comprados foram devidamente discriminados na nota fiscal.

Verifica-se que está(ão) correta(s) apenas: 

a) a frase 2; 
b) a frase 3; 
c) as frases 1 e 2; 
d) as frases 1 e 3; 
e) as frases 2 e 3.

03. (NC-UFPR) – Indique a alternativa que não apresenta problema de grafia:

a) O acesso a Internet dá aos usuários, em tese, inúmeras possibilidades à ampliar seu conhecimento musical.
b) No momento, não a limites para a qualidade dos equipamentos disponíveis para a reprodução musical.
c) Esperamos que daqui há 20 anos, a nova geração tenha uma postura diferente frente à audição musical.
d) A proporção que crescem as opções tecnológicas, diminui a capacidade individual de apreciação musical.
e) O acesso a equipamentos sofisticados não contribui necessariamente para a educação musical.

04. ( FCC) – Está correta a grafia de todas as palavras da seguinte alternativa:

a) Uma das iniciativas encontornáveis da cidadania está em se ezercer a consciência crítica, aplicada aos fatos da realidade.
b) Recusando os privilégios dos que se habituaram a viver em grupos autônomos, o texto propõe o acesso de todos a todas as instâncias sociais.
c) Ninguém deve se ezimir de cobrar do Estado a prezervação do princípio de igualdade como um direito básico da cidadania.
d) Constitue dever de todos manter ou readquirir a crença em que seja possível a vijência social dos princípios da igualdade e da solidariedade.
e) O que se atribue a um cidadão, como direito básico, deve constituir-se em direito básico de todos os cidadãos, indescriminadamente.

05. (FGV) – Assinale a alternativa correta quanto ao uso de porque, porquê, por que, por quê:

a) Porquê você estava tão alegre?
b) Estava alegre por que vencera.
c) Você estava tão alegre por quê?
d) Por que amava, estava alegre.

06. (FCC) – Há palavras cuja grafia exige correção na frase:

a) Incompreensivelmente, dá-se absoluta primazia à experiência, quando se trata do preenchimento de novas vagas.
b) Pretextando a inexperiência dos jovens pretendentes a uma vaga, os empregadores lhes oferecem estágios, com pagamento irrisório.
c) É lamentável que jovens com aptidão e vocação para o trabalho sejam rejeitados em nome de uma experiência a que não podem ter acesso.
d) Diminui paulatinamente o número de novos empregos, o que obriga os jovens candidatos a se submeterem a exigências cada vez mais rigorosas.
e) É evidente o descazo com que o mercado de trabalho trata os recém-formados frustrando assim suas legítimas pretenções.

07.  (FGV) – Assinale a alternativa em que todas as palavras estão erradas em relação à grafia com “-ção”, “-são” e “-ssão”:

a) permissão, conversão;
b) obtenção, discussão;
c) exceção, omissão;
d) consecussão, ascenção.

08. (NCE-UFRJ) – Entre as palavras abaixo, aquela que apresenta forma correta é:

a) poleiro;
b) mágua;
c) impecilho;
d) cortume.
e) lampeão;

09. (NCE-UFRJ) – Muitas palavras do texto levam acento gráfico: óleo, relógio, lâmpada etc. Em que item a seguir ocorre um erro de acentuação gráfica?

a) Ínterim – procurá-los-á – protótipo.
b) Para (verbo) – polo (substantivo) – pôr (verbo).
c) Crisântemo – estratégia – biquíni.
d) Álbum – périplo – ravióli.
e) Benção – leucócito – êxtase.

10.  (CETRO) – Assinale a alternativa que apresenta a série de palavras corretamente grafadas:

I.  tóxico, consecusão, mecher, herbívoro;
II.  rainha, insuportável, uísque, beringela;
III.  substituí-lo, baú, enjôo, readimissão; IV.  ágeis, tatuí, expectativa, analisar;
V.  compreensão, rejeição, excêntricas, exceção.

a) I, II e V.
b) III, IV e V.
c) II e IV.
d) II, IV e V.
e) IV e V.

11. (FGV) – Assinale a alternativa correta quanto ao uso de “porque”, “porquê”, “por que”, “por quê”:

a) Não saiu por que chovia.
b) Não sei por que brigamos.
c) Respondi por quê tinha certeza.
d) Porque você não correu?

12. (UECE) – Do mesmo modo que “insuportável” e “álcool” são obrigatoriamente acentuadas:

a) acordo, itens, porque;
b) economico, paineis, pesquisara;
c) odio, refens, vírus;
d) renuncia, retifica, sabia.

13. (FGV) – Assinale a alternativa em que não haja erro de grafia das palavras:

a) quinquagésimo – cangica – monje – exceção;
b) ascensão – quinquagésimo – pretenção – extender;
c) berinjela – avaro – íbero – atravéz;
d) paralização – análise – jeito – fúcsia.
e) sanguíneo – bávaro – quinquênio – défice;

14. (SENASP) – Marque a opção que apresenta palavras que não pertencem à mesma regra de acentuação da Língua Portuguesa (os acentos foram omitidos propositalmente):

a) intemperie – vacuo – nodoa – patria;
b) magoa – calvicie – gloria – serio;
c) radio – zenite – pudico – equivoco;
d) relogio – consorcio – divorcio – alivio;
e) reminiscencia – estagio – estadio – colegio.

15. (FAPEU) – Preencha corretamente as lacunas com uma das expressões sugeridas entre parênteses.

I. Camboriú fica ____ uma hora de carro da capital. (há cerca de, a cerca de, acerca de)
II. Esses funcionários estão ____ de carreira. (enfim, em fim)
III. Fulano de Tal, abaixo ____, requer, com base na lei em vigor, uma certidão negativa de multa. (sobrescrito, subscrito)
IV. Veio à Capital ____ estudar e conseguir emprego. (a fim de, afim de)
V. Estamos, então, de acordo, pois minhas sugestões, como se vê, vão ____ tuas. (ao encontro das, de encontro às)
VI. Errei porque fui ____ assessorado. (mau, mal)

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) há cerca de, em fim, subscrito, afim de, de encontro a, mau;
b) a cerca de, em fim, subscrito, a fim de, ao encontro de, mal;
c) a cerca de, enfim, sobrescrito, afim de, ao encontro de, mau;
d) acerca de, em fim, sobrescrito, a fim de, de encontro a, mal.

16. (FEC) – As palavras “três”, “itinerário” e “autônomo” são assinaladas com o acento gráfico em face das mesmas regras que justificam o acento, respectivamente, em:

a) mês, contrário, caído;
b) só, mútuo, ímpar;
c) pá, íeis, átimo;
d) véu, início, cômodo.
e) lês, temerário, código;

17. (FEC) – Os acentos gráficos usados nas palavras “repórter”, “espírito” e “nós” justificam-se pelas mesmas regras de acentuação que justificam os acentos usados, respectivamente, em: 

a) fórceps, lídimo, rapé; 
b) ímpar, íamos, dó; 
c) fênix, álcool, pé; 
d) balaústre, cadáver, rajá; 
e) néctar, polícia, você.

18. (FEC) - Leia com atenção as frases abaixo, observando-as do ponto de vista ortográfico.

I.  Com exceção da gasolina, todos os outros derivados do petróleo, importantes para a infra-estrutura do país, tiveram reajustes acima da rigidez atual dos preços.
II.  A destituição da presidência passou a ser uma obsessão para uma macissa camada de neossócios, interessados na paralisia da alvissareira diretoria.
III.  Vários assessores apresentaram-se espontaneamente para a arguição, entendendo o ato não como uma inquisição, mas como autorreflexão, ou autoanálise.
IV.  A delinquência progressiva dos excedentes da exclusão constituem ingente atraso gerador de extensa dissensão da sociedade pós-industrial.

Constata-se que, de acordo com as normas ortográficas em vigor:

a) estão todas corretas;
b) estão todas corretas;
c) estão corretas as frases I e IV;
d) está correta a frase III;
e) estão corretas as frases III e IV.

19. (NCE-UFRJ) – “...e que se agudizou...”; o item abaixo em que um dos verbos está grafado de forma incorreta é:

a) paralisar, analisar, deslizar;
b) enraizar, esquematizar, bisar;
c) catequizar, enfatizar, alisar;
d) vaporizar, aburguesar, penalizar;
e) batisar, colonizar, catalisar. )

20. (NCE-UFRJ) – Em “De onde vêm as palavras”, o termo vêm aparece com acento porque:

a) é necessário mostrar a diferença com a forma da terceira pessoa do singular;
b) todo monossílabo tônico terminado em “em” leva acento gráfico;
c) concorda com seu sujeito “as palavras”;
d) é necessário destacar que sua pronúncia é nasal;
e) para distinguir o verbo “ver” do verbo “vir”.

21. (COMVEST) – Quanto à acentuação gráfica, estão corretas todas as palavras da alternativa:

a) raízes – saírdes – dividi-lo;
b) cairdes – rítmo – pitu;
c) idéia – caju – perdôou;
d) perdôo – reunía – táxi;
e) reúne – caíste – possuí-lo.

22. (CETRO) – Observando a grafia e a acentuação, indique a alternativa em que todas as palavras estão corretas:

a) involucro, rúbrica, jiló, pesquiza, chave;
b) quiz, enjôo, bambú, geito, xeróx;
c) mecher, lugarzínho, raínha, estrêla, espectorante;
d) admirar, advinhar, atrazado, atráz, trás;
e) xícara, exceção, crisântemo, em cima, beneficente.

23. (FJPF) – O par de palavras abaixo que não se acentua pelo mesmo motivo é:

a) está – é;
b) até – olhá-la;
c) névoa – hálito;
d) espécie – água;
e) infância – fêmea.

24. (COMVEST) – Estão corretamente grafadas todas as palavras do item: 

a) conciente – decedente – impecílio; 
b) concessão – impecilho – exceção; 
c) empecilho – privilégio – exceção; 
d) prescindir – pretenção – previlégio; 
e) néscio – previlégio – conceção.

25. (FEC) – No trecho “não oferecem salários compatíveis para atraí-los...”, a forma verbal com pronome enclítico recebeu adequadamente o acento gráfico. Entre as frases abaixo, também com formas verbais com pronomes enclíticos e mesoclíticos, a única incorreta quanto à acentuação gráfica é: 

a) A escolha dos professores far-se-á pelo critério do desempenho em sala de aula. 
b) O professor chamou o aluno e resolveu distraí-lo, contando-lhe uma história diferente. 
c) Questionado sobre a prova, o professor comentou que, assim que tiver terminado a correção, devolvê-la-á. 
d) O diretor responsabilizou o professor e resolveu puní-lo pelos atos de indisciplina dos alunos. 
e) O bibliotecário reuniu os livros para pô-los na estante.

26. (PUC-PR) – Assinale a alternativa em que a palavra do texto está corretamente acentuada pelo motivo que também está acentuada a palavra área, ou seja, como palavras que podem ser equiparadas, para efeitos de acentuação, às proparoxítonas, por serem “vocábulos terminados em encontros vocálicos que podem ser pronunciados como ditongos crescentes”: 

a) o monossílabo é do exemplo: “é um campo novo”; 
b) o monossílabo é da frase: “é necessário”; 
c) o substantivo saúde da expressão: “área da saúde”; 
d) a palavra necessário da frase: “é necessário tempo”; 
e) a conjunção Porém do exemplo: “Porém, com a revolução introduzida...”.

27. (CESGRANRIO) – Entre as palavras abaixo, assinale a que segue regra de acentuação distinta das demais: 

a) Mário; 
b) raízes; 
c) contraditório; 
d) ingênua. 
e) indícios;

28. (UPENET) – Quanto à justificativa para a acentuação das palavras retiradas do texto, destacadas nas alternativas a seguir, é correto afirmar que:

a) as palavras “fé”, “só”, “nós” e “há” são exemplos de monossílabos átonos, por isso são acentuadas;
b) as palavras “retórica”, “sólida” e “técnicas” estão acentuadas como exceção à regra geral de que as proparoxítonas não precisam ser acentuadas;
c) as palavras “débil”, “razoável” e “fácil” são acentuadas como todas as paroxítonas terminadas em “l”;
d) as palavras “português”, “conclusões” e “canônico” são, respectivamente, oxítona, paroxítona e proparoxítona e, por isso, são acentuadas;
e) as palavras “argumento”, “contexto” e “vontade” não são acentuadas porque não têm sílaba tônica.

29. (FCC) – Todas as palavras estão corretamente grafadas na frase:

a) Orçados os custos gerais da campanha, impuzeram-se ríjidas restrições às despesas atinentes à publicidade.
b) A obtenção de recursos extras constitui a meta prioritária, no momento; não há outro jeito de implementar este plano.
c) Seu modo de agir lembra-me os tregeitos dos ilusionistas: os movimentos dispersivos discimulam o gesto essencial.
d) O Ivo, sempre incalto, serviu à causa do adversário; faltou-lhe a acessoria de um correlegionário mais experiente.
e) As pessoas impúdicas vêem como natural a exposição das crianças às torpesas dos famigerados “programas populares”.

30. (FJPF) – “Pesquisa” é um vocábulo escrito com “s”. O vocábulo abaixo que está incorretamente escrito porque também deveria ser grafado com “s” é:

a) certeza;
b) azeite;
c) deslize;
d) análize.
e) baliza;










--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
RESPOSTAS:
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
b
bebcedaecbcecb
16
17
18
19
20
21
22
23
242526272829
30
c
ceeaeeacddbcbd



Nenhum comentário:

Postar um comentário