As revoltas da República Velha - 19 Exercícios com gabarito

01. (IFPE) A República Oligárquica (1894-1930) foi marcada no Brasil pelo controle político exercido sobre o governo federal, pela oligarquia cafeeira paulista e pela elite rural mineira, na conhecida “política do café com leite”. Foi nesse período, ainda, que se desenvolveu mais fortemente o coronelismo, garantindo poder político regional às diversas elites locais do país. Nesse período de domínio dos fazendeiros, ocorreram conflitos sociais, entre os quais destacamos: 

a) a Revolta de Juazeiro (1911), em que o Padre Cícero liderou jagunços e cangaceiros contra os coronéis que cometiam abusos contra os camponeses no sertão do Ceará. 
b) a Revolta da Vacina (1903), que envolveu somente a elite carioca, rebelada por causa da obrigatoriedade da vacina, decretada pelo Ministro Osvaldo Cruz. 
c) a Revolta da Chibata (1910), que envolveu oficiais do Exército, os quais se negavam a continuar castigando seus subordinados com chicotes e prisões desnecessárias. 
d) a Guerra de Canudos (1897), um conflito marcado pelo fanatismo messiânico, que também envolvia questões relativas à miséria dos camponeses do interior do Nordeste. 
e) a Revolta dos 18 do Forte (1922), em que os camponeses atacaram o forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, exigindo que o governo decretasse a reforma agrária. 

02. (FATEC) Em CANGACEIROS E FANÁTICOS, Rui Facó registra:

"... os senhores das classes dominantes e seus porta-vozes recusavam-se a acreditar na realidade: milhares de párias do campo armados em defesa da própria sobrevivência, em luta, ainda que espontânea, não consciente, contra a monstruosa e secular opressão latifundiária e semifeudal, violando abertamente o mais sagrado de todos os privilégios estabelecidos desde o começo da colonização europeia do Brasil - o monopólio da terra nas mãos de uma minoria a explorar a imensa maioria."

O texto acima, referente ao período da República Velha do Brasil, trata:

a) da organização dos quilombos, onde se abrigavam os escravos fugitivos.
b) dos entraves que os inglesas impuseram às manufaturas portuguesas face às restrições ao tráfico negreiro.
c) das revoltas violentas de trabalhadores rurais contra o poder oligárquico.
d) das revoltas das camadas populares oprimidas, influenciadas por filosofias externas.
e) da existência de grandes contingentes de trabalhadores rurais destituídos de propriedade, no período anterior à Proclamação da República.

03. (CESGRANRIO) O governo Rodrigues Alves (1902-1906) foi responsável pelos processos de modernização e urbanização da Capital Federal - Rio de Janeiro. Coube ao prefeito Pereira Passos a urbanização da cidade e ao Dr. Oswaldo Cruz o saneamento, visando a combater principalmente a febre amarela, a peste bubônica e a varíola. Essa política de urbanização e saneamento público, apesar de necessária e modernizante, encontrou forte oposição junto à população pobre da cidade e à opinião pública porque: 

a) mudava o perfil da cidade e acabava com os altos índices de mortalidade infantil entre a população pobre. 
b) transformava o centro da cidade em área exclusivamente comercial e financeira e acabava com os infectos quiosques. 
c) desabrigava milhares de famílias, em virtude da desapropriação de suas residências, e obrigava a vacinação anti-variólica. 
d) provocava o surgimento de novos bairros que receberiam, desde o início, energia elétrica e saneamento básico. 
e) implantava uma política habitacional e de saúde para as novas áreas de expansão urbana, em harmonia com o programa de ampliação dos transportes coletivos. 

04. (UECE) No contexto da Primeira República, emergiu o movimento tenentista. No que diz respeito a esse movimento, pode-se afirmar corretamente que 

a) foi um movimento político-militar que ganhou apoio dos setores de alta patente do exército e eclodiu apenas na capital federal. 
b) foi um movimento basicamente integrado por oficiais de baixa patente, que trouxe à superfície a revolta da corporação contra os baixos salários e precárias condições de trabalho. 
c) assumiu uma conotação social explicitamente favorável à democracia liberal e bem condizente com ações democráticas no âmbito da corporação militar. 
d) apesar de não ter ocorrido qualquer levante ou ação radical, os tenentes passaram a defender a instalação de um governo forte e centralizado, capaz de promover a salvação nacional.

05. (FATEC) Em CANGACEIROS E FANÁTICOS, Rui Facó registra: 
"... os senhores das classes dominantes e seus porta-vozes recusavam-se a acreditar na realidade: milhares de párias do campo armados em defesa da própria sobrevivência, em luta, ainda que espontânea, não consciente, contra a monstruosa e secular opressão latifundiária e semifeudal, violando abertamente o mais sagrado de todos os privilégios estabelecidos desde o começo da colonização européia do Brasil - o monopólio da terra nas mãos de uma minoria a explorar a imensa maioria." 

O texto acima, referente ao período da República Velha do Brasil, trata: 
a) da organização dos quilombos, onde se abrigavam os escravos fugitivos. 
b) dos entraves que os inglesas impuseram às manufaturas portuguesas face às restrições ao tráfico negreiro. 
c) das revoltas violentas de trabalhadores rurais contra o poder oligárquico. 
d) das revoltas das camadas populares oprimidas, influenciadas por filosofias externas. 
e) da existência de grandes contingentes de trabalhadores rurais destituídos de propriedade, no período anterior à Proclamação da República. 

06. (FEI) "Não seria exagero dizer que a cidade do Rio de Janeiro passou, durante a primeira década republicana, pela fase mais turbulenta de sua existência. Grandes transformações de natureza econômica, social, política e ideológica, que se gestavam há algum tempo, precipitaram-se com a mudança do regime político e lançaram a capital em febril agitação, que só começaria a ceder ao final da década." 
(CARVALHO, José Murilo de. OS BESTIALIZADOS: O RIO DE JANEIRO E A REPÚBLICA QUE NÃO FOI. São Paulo: Cia. das Letras, 1987) 

Dentre os movimentos populares que agitaram o Rio de Janeiro no início do século, um destacou-se: aquele que vinha contrariar a política de saneamento e de reurbanização da cidade, com a demolição dos cortiços e quiosques do centro. Esse movimento foi: 

a) a Revolta da Chibata 
b) a Revolta de Canudos 
c) o movimento do Contestado 
d) a Revolta da Armada 
e) a Revolta da Vacina 

07.  (UDESC) Sobre a Revolta da Chibata, assinale a alternativa correta. 

a) Embora os marinheiros revoltosos, homens negros em sua maioria, tenham assumido o controle de grandes embarcações de guerra, não souberam como manejá-las, visto que somente oficiais de alta patente possuíam conhecimento e domínio da tecnologia necessária para conduzir as embarcações de guerra. 
b) O governo não cedeu à pressão dos marinheiros revoltados e conseguiu dominar e prender todos os envolvidos. As principais lideranças foram fuziladas por formação de motim, e os demais participantes foram encaminhados a campos de trabalho no extremo norte do país. 
c) O movimento foi liderado por um marinheiro negro, João Cândido, único líder que conseguiu anistia do governo e foi imediatamente liberado, uma vez que foi quem intermediou as negociações de rendição dos marinheiros. 
d) O movimento foi composto exclusivamente por marinheiros negros que exigiam o fim dos castigos corporais e a criação de uma lei que penalizasse a discriminação racial nas forças armadas. 
e) Além do fim do castigo corporal, o movimento exigia melhoria na alimentação, criação de uma nova tabela de serviços, que diminuísse o excesso de trabalho dos marinheiros, e anistia para todos os envolvidos na revolta. 

08. (MACKENZIE) No final do século passado, surgiu no sertão da Bahia uma experiência controvertida: sertanejos tentaram estabelecer uma nova sociedade, marcada pela religiosidade, sobrevivendo à seca, à miséria e às injustiças sociais da época. O problema fundamental de Canudos era a: 

a) oposição organizada dos rebeldes ao governo republicano. 
b) luta exclusiva da civilização contra a barbárie conforme interpretação positivista. 
c) repressão da Igreja contra a ação religiosa de Antônio Conselheiro. 
d) ameaça à ordem e à segurança do Estado, já que reunia marginalizados de toda a região. 
e) luta pela posse da terra, em confronto com o coronelismo e o latifúndio. 

09. (ENEM) As ruínas do povoado de Canudos, no sertão norte da Bahia, além de significativas para a identidade cultural, dessa região, são úteis às investigações sobre a Guerra de Canudos e o modo de vida dos antigos revoltosos. 

Essas ruínas foram reconhecidas como patrimônio cultural material pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) porque reúnem um conjunto de

a) objetos arqueológicos e paisagísticos.
b) acervos museológicos e bibliográficos.
c) núcleos urbanos e etnográficos
d) práticas e representações de uma sociedade.
e) expressões e técnicas de uma sociedade extinta.

10. (MACKENZIE) "Num momento em que a Marinha se reforma e tenta assimilar as técnicas modernas, seu elemento humano e seu mecanismo disciplinar ainda são regulados por códigos dos séculos XVIII e XIX. Os maus-tratos se somam à freqüência dos castigos corporais. O trabalho é duro e excessivo." 
(Edgard Carone - "A República Velha") 

O texto acima diz respeito: 

a) à Revolta da Armada do Almirante Custódio de Melo, que derrubou Deodoro da Fonseca. 
b) à expedição que se dirigia à Bahia para combater Canudos. 
c) à modernização da Marinha pelo Almirante Cochrane e eliminação dos maus-tratos. 
d) às reclamações trabalhistas e por melhores condições de trabalho dos oficiais da Marinha. 
e) à rebelião dos marinheiros chamada "Revolta da Chibata", comandada pelo "Almirante Negro", João Cândido.

11. (PUC-MG) Em fins do século XIX e principio do atual, a expansão do capitalismo provocou importantes transformações no mundo, ocorrendo reajustes sociais, que reforçaram a adaptação e modificaram as antigas formas de convívio social. Ecloridam vários movimentos populares de resistência, como a guerra de Canudos e Contestado, ocorridos no Brasil. Sobre esses movimentos, é correto afirmar, EXCETO:

a) Foram movimentos isolados que fracassaram ante as forças repressivas dos poderes constituídos.
b) Foram rebeliões de protesto contra a opressão e miséria, porém sem um projeto claro e definido.
c) As aspirações dos revoltosos mesclavam-se à profunda religiosidadde sem orientação política.
d) Defendiam a permanência das tradicionais formas de dominação, embora exaltassem o progresso trazido pela modernização.

12. (MACKENZIE) "Em 1896 há rebanhos mil correr da praia para o sertão; então o sertão virará praia e a praia virará sertão." 
(Antonio Conselheiro) 

Messianismo, catolicismo rústico, Canudos foi sobretudo:

a) um foco monarquista, restaurador, que tinha fortes conexões políticas e objetivo definido. 
b) conforme a visão jacobina, um perigo iminente de fanáticos degenerados contra a jovem república. 
c) uma rebelião primitiva, fruto das alterações capitalistas que desestabilizaram as antigas formas de dominação social. 
d) uma revolta com aspectos exclusivamente religiosos. 
e) um movimento social que não resultou da estrutura fundiária ou opressão dos coronéis. 

13. (UFPR) Sobre o movimento do Contestado, ocorrido de 1912 a 1916, considere as afirmativas abaixo:

No início do movimento, o monge José Maria, sua principal liderança, foi morto, mas suas orientações continuaram a exercer influência sobre os participantes.
Esse movimento acabou por agregar diferentes segmentos sociais, como posseiros e sitiantes expulsos de suas terras, e comunidades negras e caboclas.
O movimento do Contestado tinha características milenares e messiânicas, mas também políticas, de contestação social.
Apesar do cunho contestatório, a simpatia para com a República é uma característica continuamente presente no movimento do Contestado.
Uma das principais causas do movimento foi o fato de os sertanejos – ou caboclos – terem sido expulsos de suas terras pela estrada de ferro construída na região.
Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas 3, 4 e 5 são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 1, 2, 3 e 5 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 1, 2, 4 e 5 são verdadeiras.


14. (MACKENZIE)  A mesma realidade que produziu Canudos gerou também o Cangaço, na medida em que: 
a) o catolicismo rústico não fazia parte do cotidiano destes movimentos sociais. 
b) ambos foram uma forma de denúncia contra a seca, miséria e arbitrariedade dos coronéis. 
c) a solução dada pelo governo, tanto em Canudos como no Cangaço, foi integrar pacificamente o sertanejo à civilização. 
d) o banditismo social era fortemente repudiado pela população local camponesa, que apoiava ações violentas do Estado. 
e) os dois episódios foram organizados por líderes monarquistas que pretendiam derrubar a república.

15. (PUC-SP) "(O movimento) não se rendeu... resistiu até o esmagamento completo. Expugnado palmo a palmo, na precisão integral do termo, caiu no dia 5 ao entardecer, quando caíram seus últimos defensores, que todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma criança, à frente dos quais rugiam raivosamente cinco mil soldados." 

A chacina empreendida pelo Exército em 1897, no interior do Nordeste, e com a qual o leitor de "Os Sertões", de Euclides da Cunha, entra em contato, tem uma de suas explicações: 

a) na necessidade, por parte do governo, de afirmar a irreversibilidade do projeto republicano. 
b) no fato de que o movimento seria uma extensão do Cangaço na região, provocando a reação dos latifundiários 
c) no objetivo do Estado republicano em conter quaisquer manifestações socialistas que inculcassem ideologias revolucionárias nos camponeses. 
d) na tentativa do Exército de impedir que os tenentes desertores continuassem sua pregação pelo interior do país. 
e) na pressão exercida, pelo Vaticano, sobre as Forças Armadas, com o objetivo de barrar o crescimento de igrejas alternativas. 

16. (UFRS) Sobre o movimento do Contestado (1912-1916), são feitas as seguintes afirmativas: 

I - ocorreu numa região de disputa territorial entre os Estados de Santa Catarina e Paraná. 
II - apresentou conteúdo religioso aliado a reivindicações sociais. 
III - um de seus principais líderes foi Antônio Conselheiro. 

Quais estão corretas? 
a) Apenas I 
b) Apenas II 
c) Apenas III 
d) Apenas I e II 
e) I, II e III 

17. (FUNCAB ) Leia o texto.

“Conhecido como
Navegante negro
Tinha a dignidade de um Mestre-sala [...]
Rubras cascatas jorravam
Das costas
Dos santos entre cantos
E chibatas [...]
Salve o navegante negro
Que tem por monumento
As pedras pisadas do cais.” (Adaptado de João Bosco. Mestre-Sala dos Mares.) A música de João Bosco está associada a um importante movimento de marinheiros ocorrido no Brasil em 1910. O movimento e seu líder são:

a) Revolta da Chibata – João Cândido.
b) Revolta da Armada – Saldanha da Gama.
c) Revolta do Cruzador –Custódio de Melo.
d) Revolta do Cruzador –Custódio de Melo
e) Revolta do Encouraça do Minas Gerais – Eduardo Wandenkolk.

18. (UNESP) A República Brasileira, na última década do Século XIX, caminhava para a consolidação da oligarquia dos coronéis-fazendeiros. A crise econômico-financeira agravava as condições de vida na cidade e no campo. A rebelião de Canudos pode ser entendida como movimento de: 

a) hesitação dos mandatários políticos em desfechar medidas repressivas contra a gente oprimida. 
b) tensão social agravada pela expulsão dos camponeses que atuavam nas frentes pioneiras catarinenses e paranaenses. 
c) resistência da população sertaneja contra a estrutura agrário-latifundiária e as medidas repressivas oficiais. 
d) descontentamento dos fanáticos que buscavam efetivar práticas liberais burguesas. 
e) rebeldia dos jagunços que se opunham à rede de açudes e às campanhas de combate às secas. 

19. (VUNESP) A Revolta da Chibata ocorreu durante o governo do presidente . Levante de cunho , atingiu subdivisões da Marinha. Seu objetivo era pôr fim às a que eram submetidos os marinheiros.

Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas do texto. 

a) Rodrigues Alves… econômico… demissões 
b) Hermes da Fonseca… militar… prisões 
c) Floriano Peixoto… militar… punições físicas 
d) Hermes da Fonseca… social… punições físicas 
e) Rodrigues Alves… social… prisões


 GABARITO 

01 - D /02 - C /03 - C /04 - B /05 - C /06 - E /07 - E /08 - E /09 - A /10 - E /11 - D /12 - C /13 - C /14 - B /15 - A /16 - D /17 - A /18 - C /19 - D

Nenhum comentário:

Postar um comentário